Não Temas

Qual o maior mandamento da Bíblia?

Você pode responder rapidamente que é “amar a Deus sobre todas as coisas e o próximo como a ti mesmo”, usando como referência as palavras de Jesus. E isto está corretíssimo! Mas, existe um detalhe bastante interessante.

De acordo com Max Lucado no livro Sem medo de viver, os quatro evangelhos listam juntos por volta de 125 imperativos ditos por Cristo. Destes, 21 são relacionados a “não temas”       e apenas 8 para amar a Deus e ao próximo como a ti mesmo. Há quem diga que na Bíblia toda exista 365 versos com o mandamento de “não temas”, e ainda outros acham 366 para incluir o ano bissexto. Não parei para contar todos, mas há uma verdade independente nessa informação.

Sabemos que sem fé é impossível agradar a Deus (Hebreus 11:6). O medo em si não é pecado, é um sentimento humano natural que inclusive nos protege de muitas coisas. O medo pode, por exemplo, nos livrar de um acidente, pois por sentir medo você toma mais cuidado ao dirigir. Embora o medo não seja pecado, ele pode levar ao pecado. Ué, como? Pois bem…

Imagine uma garota que tenha medo de não ser importante. Ela é insegura. Ela procura segurança em seu namorado, suponhamos. E para se sentir importante, para tirar o medo de ser insignificante ela pode acabar cedendo a ele algumas intimidades que não deveria. Acontece que isso é irônico, pois ao invés de fazê-la se sentir mais segura só aumenta seu medo de não valer nada. Da mesma forma um garoto pode tentar tapar seu medo de ser ninguém se envolvendo com pessoas populares por tratar os outros mal. Isso realmente não vai ajuda-lo a se sentir alguém melhor. O medo nos faz acreditar em nossas próprias forças e assim exalta a nossa fraqueza sem Deus.

O inimigo fica rondando as pessoas e procurando seus maiores medos, pois ali está a fragilidade delas e é ali que elas vão cair. É no medo que nos esquecemos de Deus e de tudo que Ele tem feito. É no medo que duvidamos, questionamos e pecamos. Jesus se importa muito com os nossos medos e ansiedades, por isso trava uma batalha imensa nos pedindo constantemente para confiarmos Nele.

Se confiarmos em Deus, poderemos amá-lo plenamente. Se confiarmos em Deus, não escutaremos as mentiras que o inimigo coloca na nossa cabeça sobre nós, e assim amaremos a nós mesmos. Se confiarmos em Deus, aprenderemos a amar o próximo. Você reconhece a voz do seu Criador. Não deixe que o inimigo dê pitaco sobre a sua vida, só Jesus pode falar alguma coisa para você. E sabe o que Ele diz? “Não temas”.

Isso é um exercício diário. Uma oração constante. A busca pela santificação.

** Este post é patrocinado por Stephan Max que emprestou a maravilhosa leitura de Max Lucado, “Sem medo de viver“.

Anúncios

2 comentários

  1. É interessante também pensar que muitas vezes definimos como pecados aquelas coisas que tem o nome disso já: roubou, matou, cometeu alguma impureza sexual, mentiu, falou mal de alguém, agiu com preconceito, etc (tudo isso nos mais diversos níveis). Mas na verdade o pecado primordial de todos estes é o de confiar em si antes ou em qualquer outra coisa de confiar em Deus; o pecado começa quando nos distanciamos de Deus. Distantes de Deus, temos medo, pois Ele é o único que nos dá a real segurança de que, independente do que for, vai ficar tudo bem. Com medo, abrimos portas a atitudes que não cometeríamos se estivéssemos confiando plenamente em Deus.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s