O próximo

89862e81d049804593568c10a865dc9f

No livro de Jó temos sérias lições de como tratar o próximo. Depois de uma série de acusações por parte daqueles que eram mais próximos dele, ele clama (9:33): não há um mediador! Não há alguém que arbitre entre Deus e eu.

Ironia da história é que a principal atividade de Jó, antes de seu sofrimento, era interceder pelos seus filhos caso houvessem pecado em seus corações (1:5). Jó, aquele que intercedia, não encontra ninguém para interceder por ele. Que nossa acusação não seja causa de dor para o outro. Ao contrário que tomemos as dores uns dos outros. Levando o quebrantado ao único Aquele que pode concertá-lo.

Ps. Se ninguém te levar ao pai, não se preocupe tem um atalho aqui ó -> 1 João 2

Este post é um oferecimento do Kenny Ebinger, autor do blog Debaixo do Sol. Vale a pena conferir ;D

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s